Por Flávia Leite (Instagram @flavialeiteespanhol)

Qual é o nível da certificação DELE devo tirar?

Essa é uma dúvida muito comum e sempre dou a seguinte resposta: depende do seu nível.

Quanto mais alto o nível do seu diploma, mas reconhecido será o seu espanhol, então se você já está próximo dos níveis C1 ou C2, deve se preparar para eles. Mas meu conselho para os meus alunos que estão começando é que se dediquem pelo menos até o nível B2.

Neste artigo descubra o porquê você deve estudar para conquistar o diploma do DELE nível B2

Eu já sei inglês, porque devo aprender espanhol também?

Saber inglês é muito importante para ter uma boa posição no mercado de trabalho, mas uma verdade meio incômoda é que não é todo mundo que consegue aprender a língua.

A escola de idiomas Ateneo Idiomas, que eu dou aulas, tem cursos de inglês e o público em geral é adulto, de classe média e alta, que morre de vergonha por não ter aprendido inglês.

Primeiro: ninguém tem que ter vergonha disso. Você é brasileiro, mora no Brasil e pode passar a sua vida inteira sem nunca precisar de verdade falar nenhuma palavra em inglês.

Segundo: muitos fatores levam uma pessoa a não conseguir, seja a dificuldade do idioma, de se conectar com a sua cultura, traumas nos inúmeros cursos de inglês que trabalham com métodos antigos e atrasados e até enganadores para atrair mais alunos.

Outro cenário oposto e curioso acontece com as pessoas que já sabem inglês. Muitas delas estudam ou estudaram inglês por anos, 5, 7 até 10 anos e investem em intercâmbios e provas de certificação em inglês, mas não sabem nada de espanhol. Porque não separar 2 desses incontáveis anos de estudos de inglês, para se dedicar ao espanhol. Já pensou nisso? Você sabe quais são as vantagens de saber espanhol?

Por que conquistar o diploma DELE B2?

Com cerca de 500 milhões de falantes em 2050 seremos mais de 600 milhões (322 milhões de falantes de falantes nativos o inglês) o espanhol é, depois do chinês, a segunda língua do mundo por número de usuários e o segundo idioma de comunicação internacional, atrás do inglês.

Os países hispânicos mostram um grande crescimento econômico, sendo desta forma um grande foco para negócios e parcerias. Diante desse cenário,  estudar espanhol pode ser um diferencial incrível para você no mercado de trabalho.

Se você não conseguiu aprender inglês ainda, você se dá outra chance de aprender um idioma novo, que talvez você se interesse mais, se conecte mais e que depois, ao finalizar dois anos, três anos de estudo, você tira o certificado B2, se posiciona como talvez a única pessoa da sua empresa com fluência em espanhol e abre mais portas pra você mesmo nesse mercado lucrativo que tem sido o mercado hispânico! Já pensou nisso?

Certificação para acadêmicos

Se o seu objetivo é seguir carreira acadêmica, fazer mestrado, doutorado, provavelmente você já sabe que terá que fazer uma prova de proficiência em inglês ou espanhol e, dependendo da universidade, nas duas línguas. A prova é instrumental e cada universidade tem seu grau de exigência, mas a maioria delas só te pedem para que saiba ler.

Você pode entrar para o mestrado e para o doutorado sabendo só ler em espanhol que vai dar tudo certo.

Mas tudo pode dar muito mais certo se, antes, você aprender de verdade a língua (ler, falar, ouvir e escrever), tirar o DELE B2, apresentar na universidade e, assim, já fica isento da prova de proficiência.

Se você quer ser doutor, professor universitário, a sua rede de contatos internacionais importa muito.

Você vai precisar viajar, apresentar seus estudos em congressos, dar palestras, quem sabe, morar fora, fazer mestrado sanduíche, doutorado sanduíche… Então, se prepare desde já!

Aprenda de verdade a língua, comprove que você tem domínio e tire o diploma B2 (não precisa ser o último nível, já com esse nível é o suficiente).

Reconhecimento do certificado DELE

Temos que lembrar que, apesar de estarmos passando por um momento de crise, o Brasil é uma potência continental e econômica na América do Sul e são empresas daqui que acabam realizando projetos fora.

Que engenheiro você acha que uma empresa brasileira que acaba de ganhar a concorrência de um projeto no exterior vai contratar? O engenheiro que demonstrar seu conhecimento de espanhol com um diploma DELE e o DELE B2 é amplamente conhecido nos RHs.

Outras áreas que os profissionais podem se beneficiar com o espanhol comprovado é direito e administração.

Uma vez que o Brasil está em crise, empresas daqui que ainda tem fôlego para expandir e investir, acabam buscando esses países que estão em crescimento.

E para abrir uma empresa em outro país é preciso muito trabalho em conjunto com os nativos desse país

É nessa hora que o espanhol fluente entra. E é demonstrando sua proficiência, que você pode ser contratado por uma dessas empresas em expansão.

Eu já falei bastante sobre o reconhecimento dos diplomas do DELE aqui no Brasil. Agora vou falar onde ele é mais reconhecido, que é no país onde ele foi criado.

 

Reconhecimento do certificado DELE na Espanha

Na Espanha,os diplomas DELE são obrigatórios para:

Quem quer obter a nacionalidade espanhola

DELE A2 é requisito nos processos de solicitação da nacionalidade espanhola.

Para quem quer morar na Espanha mas também quer validar o seu diploma de  cursos superiores: homologação de estudos realizados em outro país

É necessário o DELE B2 para homologação de diploma de curso superior cursado em outros países. E também é necessário em várias Universidades Espanholas para realização de cursos de pós-graduação, mestrado e doutorado.

Para quem quer morar na espanha mas também quer ter acesso a vagas na área de saúde

É solicitado o DELE C1 ou C2 para o acesso a vagas MIR (Médico Interno Residente) e FIR (Farmacéutico Interno Residente).

 

Se interessou pelo assunto? Me siga no meu Instagram @flavialeiteespanhol e compatilhe esse texto com um amigo!

¡Un besito!