Por Flávia Leite (Instagram @flavialeiteespanhol)

¡Hola chicos y chicas!

Neste artigo entenda como funciona a prova oral do DELE B2 (Quebrando o gelo e Tarea 1)  e veja quais são as melhores estratégias para você demonstrar todo o seu conhecimento de espanhol e convencer o seu entrevistador e examinador que você está apto para o nível B2.

Uma informação que talvez você não tenha é que ao entrar na sala com os examinadores, você não começará a prova DELE de imediato.

Vai haver um momento de “quebrar o gelo” , que é quando o entrevistador pretende conhecer um pouco mais sobre o candidato e também acalmá-lo um pouco para a prova.

Essa informação é relevante para alunos de qualquer nível que vão tentar o DELE, não só do nível B2.

Nesse momento é muito importante não dizer informações que te prejudiquem e conquistar a empatia do entrevistador.

Vamos ver como será a sua chegada no lugar do exame, como se comportar e como interagir com o entrevistador antes de começar de fato a sua prova.

Rompiendo el hielo

Como vamos ver mais pra frente, a primeira tarefa oral do DELE B2 se prepara em uma salinha por 20 min, antes da prova efetivamente. Os responsáveis pela preparação dos candidatos, ao acabar os 20 min, vão te pedir para esperar no corredor o momento da sua prova.

Então, é muito importante que você leve duas coisas: algo para comer e alguma coisa para se distrair. Pode ser um fone de ouvido para escutar música ou um livro divertido.

Nas duas vezes que eu fui candidata para tirar os DELEs (primeiro o B2 e depois o C2) estava muito tranquila. Confiava que tinha o nível adequado para cada um, já que quando fui tentar o B2 eu já estava estudando espanhol por 2 anos e o C2 por 4 anos, além de ter acabado de voltar do intercâmbio na Argentina, já era professora de espanhol… enfim, não tinha motivos para estar nervosa!

Mas quando a prova começou a atrasar, as pessoas começaram a ficar nervosas no corredor, então, eu acabei ficando nervosa também! Não deixe isso acontecer com você! Leve um fone de ouvido para escutar música ou ver séries e alguma barrinha de cereal ou biscoito para te tirar desse momento de tensão coletiva. Certo?

O entrevistado finalmente chama o seu nome

  • Flávia Leite
  • Soy yo
  • Hola, Flávia. Mucho gusto. Adelante por favor
  • Gracias

Nesse momento, o entrevistador ou a entrevistadora vai pedir seus documentos e, claro, quando você for tirar da mochila, vai cair tudo no chão, junto com a sua folha de rascunho, seu celular…rsrsrs Tudo isso porque você está nervoso! E talvez esse seja o momento adequado para dizer para o seu entrevistador que você está nervoso!

O entrevistador chama seu nome…

2 dicas muito importantes:

  1. Assumir que está nervoso pode ser vantajoso para você! Primeiro porque você vai ter que atuar menos e  interpretar menos. Se o entrevistador for uma boa pessoa, ele vai se sentir na obrigação de te acalmar um pouco.
  2. Se você tem algum problema físico que faz com que você pareça nervoso, avise ao entrevistador desde o princípio, para que ele não pense que seu espanhol não está adequado para o seu nível por algo que não tem nada a ver com este momento específico do exame (por exemplo, se você é gago, se você fala muito baixo normalmente, se você fala muito devagar normalmente…)

Criando empatia…

A primeira parte da prova não é avaliada formalmente. É um momento que o entrevistador tenta “quebrar o gelo” com o candidato e faz uma série de perguntas sobre a vida pessoal dele.

Anota aí as principais perguntas que eles fazem (se o entrevistador não improvisar muito):

  • ¿Prefiere que le trate de tú o Usted? Resposta: Puedes tutearme
  • ¿Es la primera vez que haces el DELE?
  • ¿Por qué quieres sacar el DELE?
  • ¿A qué te dedicas?
  • ¿Vives en esta misma ciudad?
  • ¿Conoces algún país de habla hispana?

Mas a pergunta mais importante e que eu sempre fazia quando era entrevistadora é: ¿Hace cuánto tiempo que estudias español?.

Se você é candidato a tirar o DELE B2 não pode responder que tem menos de 2 anos que você está estudando espanhol. Isso é muito importante!

Porque se você está estudando a menos de dois anos, provavelmente você não é adequado mesmo para o B2.

Se com menos de 2 anos de estudos você tirar o B2, você é realmente um fenômeno, mas não fale isso no momento da sua prova oral.

Como eu disse, esta parte da prova não é avaliada, mas somos seres humanos e sempre estamos julgando. O tempo todo. Tem candidato que fala que está estudando espanhol há um mês… uma semana!

Mas é um fato que se sai esta informação da sua boca, toda a sua prova estará contaminado por ela. Nenhum dos dois professores terá muita esperança de que você vai conseguir se sair bem no DELE.

Temas das provas

No DELE B2, as provas orais não estão focadas em você, como nos níveis anteriores. Estão sempre mais focadas na realidade do mundo e seus problemas atuais: desemprego, uso de agrotóxicos, excesso de peso em crianças, etc.

O candidato tem que conseguir falar sobre o mundo e seus problemas, além de ter a habilidade de comparar a diferente realidade espanhola com seu próprio país.

Prova Oral B2: Tarefa 1 – 1ª parte

Qual é a Tarefa 1 da Prova Oral B2?: Comparar propostas e conversar sobre elas. É um monólogo de no máximo 6 a 7 min.

Para essa tarefa você vai se preparar antes em uma salinha, sem dicionário, por 20 minutos. Essa preparação é muito importante para na hora da prova, para você não ficar em branco.

Eles vão te dar duas propostas de tema para escolher. Escolha o tema que você considere que tenha mais vocabulário. Tenha atenção com o tempo de 20 min, não deixe que te tirem antes disso da sala de preparação, então leve um relógio para saber certinho.

Eles vão apresentar um problema dos nossos tempos. Pode ser o problema da depressão, da prática de esportes, do uso exagerado das redes sociais. E depois vão apresentar a opinião de 6 especialistas para solucionar esse problema.

Vou criar uma situação semelhante aqui:

Actualmente la población está envejeciendo por más tiempo y un gran desafío es que sea un envejecimiento saludable. Es urgente que los gobiernos se preparen para que esta generación, que llegará a los 100 años, lo haga de la forma más sana posible. Hemos hablado con 6 expertos que nos darán las claves para solucionar este problema.

  • Creo que deberíamos crear un impuesto especial para los jóvenes para que podamos dar asistencia adecuada a los mayores. Es necesario crear más casas de acogimiento públicas, una vez que en la sociedad actual todos trabajan y no pueden cuidar de los mayores
  • Se debería implementar cuadras deportivas públicas y actividades físicas adecuadas a las personas mayores en todos los barrios
  • El estado no es responsable por la vida que lleva cada ciudadano. Si la persona no cuida su salud, es un problema personal y no colectivo
  • Es importante que a partir de los 50 años todas las personas sean obligadas a buscar un geriatra para planear su viejez
  • Es importante que todos los líderes de estado se reúnan y decidan medidas globales, ya que es un tema atinge a la mayoría de los países

Eu fiz um exemplo bem genérico, colocando alguma das formas de opinião de especialistas que costumam aparecer.

Como você vai elaborar a sua apresentação?

Você tem que ter em mente que seu entrevistador vai falar com muitas pessoas ao longo desse dia. E que esses temas vão se repetir e provavelmente ele está meio entediado. Desse modo, a sua apresentação tem que ser o mais clara, atrativa e convincente possível. Você deve tentar manter a atenção dele em você o tempo todo. E deve apresentar quase como se fosse um texto, só que oral.

O que eu quero dizer quando digo que é um texto, só que oral?

Sua apresentação deve ter introdução, meio e conclusão.

Lembra do texto inicial?

Actualmente la población está envejeciendo por más tiempo y un gran desafío es que sea un envejecimiento saludable. Es urgente que los gobiernos se preparen.

Você deve começar a sua apresentação falando dela: recebi um texto que dizia que um dos principais problemas atuais é o envelhecimento saudável. As pessoas estão chegando aos 100 anos, então precisamos tomar medidas para que o envelhecimento seja de forma saudável. Para isso foram escutados 6 especialistas….

Notaram que eu fiz a introdução inteira de novo?

Eu preciso mostrar para o meu entrevistador que eu entendi qual é o problema. Que a partir da informação que me passaram, eu consegui entender tudo e reproduzi-lo.

O segundo passo é apresentar as propostas dos especialistas, sem colocar a sua opinião.  Sua opinião fica reservada para o momento da conversa com o entrevistador, que ocorrerá logo após a sua apresentação.

E como eu vou apresentar isso de um modo eficaz e não entediante para quem me escuta?

É melhor agrupar as opiniões parecidas e falar de uma vez de duas ao invés de falar uma por uma. Uma por uma fica chata a sua apresentação e não mostra que você tem uma capacidade de síntese.

Em geral você verá entre as opiniões dos especialistas 4 grupos:

  1. especialistas que acreditam que o governo deve solucionar os problemas e para isso, provavelmente criar novos impostos.
  2. especialistas que acreditam que o indivíduo deve solucionar seus problemas sozinho (opinião mais de direita)
  3. especialistas que tem opiniões muito radicais para mudança
  4. especialistas que acreditam que as coisas devem seguir como estão

Esta é uma divisão hipotética baseada na minha experiência com o tipos de questões que costumam aparecer no DELE B2.

No momento do exame você deve criar seus grupos para apresentar um monólogo lógico. Pode seguir parte dessa agrupação que fiz aqui, a mesma agrupação, depende de como foi elaborada a prova.

Logo, na hora de apresentar, demonstre certa organização, pode explicar para o entrevistador: eu enumerei as opiniões dos especialistas de 1 a 6 para te explicar melhor.

  • Os especialistas 1, 2 e 5 acreditam que o governo deve criar impostos para os mais jovens para acolher melhor as pessoas que estão nessa situação, criar novos asilos, implementar quadras públicas e atividades físicas gratuita para as pessoas mais velhas.
  • Já os especialistas 3 e 4 acham que as pessoas deveriam individualmente cuidar melhor da sua saúde. O estado poderia, por exemplo, obrigá-las a buscar um geriatra a partir dos 50 anos para planejar melhor seu próprio envelhecimento.
  • O 4 acredita que a saúde do indivíduo não é um problema coletivo.
  • E o último especialista acredita que a solução desse problema deve ser debatida de modo global, já que não é um problema que enfrenta somente um país.

Faça essa enumeração e essa organização mental. Se você não fizer, sabe o que vai acontecer? Você vai apresentar uma por uma, repetindo estruturas tais como “un experto dijo, otro experto dijo, otro experto dijo que”, sem mostrar capacidade de análise e criar uma apresentação muito longa, que vai deixar todo mundo, inclusive você, entediado.

Outra opção é você não falar de todas as opiniões, como propõe o enunciado do DELE.

Assim você pode falar das mais interessantes e fazer uma apresentação redonda também. Mas a forma que eu treino com todos os meus alunos é essa da enumeração e dá muito certo.

Segunda parte, tarefa 1

Na segunda parte da Tarefa 1, você vai ter uma breve conversação com o seu examinador sobre o tema.

Agora sim é o momento de você opinar. Se você começar a opinar na primeira parte, quando está simplesmente explicando ao seu entrevistador a opinião dos especialistas, vai começar a se embolar muito. Vai, talvez, começar a tentar usar vocabulário que você ainda não tem.

Deixa eu te contar uma coisa: para o monólogo, se espera que o candidato erre muito pouco.

Porque? Porque ele se preparou antes. É uma apresentação controlada. Se você começa a improvisar muito, vai ser avaliado mal em uma tarefa que não é para improvisar. Se você começar a colocar a sua opinião no começo, vai se perder na sua apresentação.

Prova Oral B2: Tarefa 1 – 2ª parte

Na parte das perguntas sim, é esperado que o candidato erre mais porque está improvisando.

Que tipo de pergunta costuma aparecer?

  • ¿Estás de acuerdo con todas las propuestas?
  • ¿Eliminarías alguna de ellas?
  • ¿Añadirías otras?
  • ¿Crees que en tu país también hay este tipo de problemas?
  • ¿Crees que el gobierno de tu país está tomando medidas para solucionar estos problemas?
  • ¿Crees que estás tomando desde ya medidas para que envejezcas de forma saludable?

Então serão perguntas sobre as opiniões dos especialistas, sobre a realidade do seu país e sobre a sua própria realidade. Já pode começar a se preparar para esse tipo de perguntas já na salinha.

Nessa parte, procure relaxar e fazer da forma mais natural possível essa conversação.

Se o entrevistador fizer alguma pergunta que você não tem nem ideia da resposta, você tem duas saídas para não usar apenas “no sé la respuesta”.

Saída 1: Começar a rir e assumir em espanhol que você não sabe como responder a essa pergunta. Você pode justificar dizendo que é de exatas, que nunca tinha pensado direito sobre esse tema.

Tenha em mente que eles precisam ouvir você falando o suficiente para completar as notas em cada uma das suas habilidades: vocabulário, fluidez, pronúncia.

Se você não fala nada, ou só umas poucas frases, fica difícil demais o trabalho deles de tentar extrair de você mais informações.

Então mesmo que você não saiba a resposta fale sobre o fato de não saber, se justifique de forma bem humorada, tudo isso é elemento linguístico válido para a análise do seu espanhol.

Saída 2: Responder a pergunta mudando ligeiramente de assunto para um assunto que você domina.

Como eu disse, o que eles precisam é de insumo suficiente para analisar o seu espanhol. Eles não precisam que você saiba defender uma tese sobre o envelhecimento populacional.

Então caso você não saiba a resposta exatamente, continue falando sobre o tema, porém, coisas que você domine. Dessa forma você não desgasta o seu entrevistador e oferece muito material para eles te avaliarem bem

É isso que eu chamo de “Estratégia da Árvore” . Imagina um galho principal: é um tema de assunto. E esse assunto principal pode se ramificar em vários mini assunto para você não encerrar sua fala rapidamente.

Mas professora, e se eu falar muito? Demais?

Não se preocupe por isso, quem controla o tempo são eles. E quando for apropriado o entrevistador vai te interromper, educadamente, para passar para a seguinte tarefa.

Prova Oral B2: Tarefa 2

Na tarefa 2, o seu objetivo é descrever uma foto, que será dada na hora e sem preparação prévia e depois, se sobra tempo, conversar com o examinador sobre ela.

Descrever uma foto pode ser uma tarefa de 5 segundos ou de 5 minutos. Você é quem escolhe. Mas, como eu já disse muitas vezes, na prova oral do DELE de qualquer nível o seu objetivo tem que ser DEMONSTRAR O ESPANHOL QUE VOCÊ SABE. E falando muito pouco, não é possível.

Eu posso falar em cinco segundos: A foto mostra vários rapazes vendo um show. Parece que é um show de rock.
Que espanhol eu demonstrei aqui? Nada. Zero.

Então o que o examinador vai fazer nesse momento? Suspirar fundo e começar a fazer perguntas pra você, tentando arrancar esse espanhol agarrado na sua garganta!

Quando você ver a foto, vai ver também que algumas perguntas acompanham a foto.

 

  • ¿Dónde cree que están? ¿Por qué?
  • ¿Qué relación cree que hay entre estas dos personas?
  • ¿Por qué?
  • ¿Cómo imagina que es cada una de estas personas? ¿Por qué?
  • ¿Qué cree que ha pasado? ¿Por qué?

Sinceramente, acredito que estas perguntas, colocadas dessa forma, são muito difíceis de responder, principalmente porque você pode se perder tentando imaginar as respostas…

Durante todos esses anos de preparação para o DELE, conclui que a melhor maneira de descrever uma foto é criando uma sequência lógica e mental que você vai usar para descrever qualquer foto.

Para isso, será necessário que você repasse vocabulário muito específico: descrição física, roupas, descrição de móveis, cores e também muitas expressões de hipótese.

Vou dar duas opções para você.

Ordem mental 1 – sem muitas hipóteses

Mini resumo da situação:

  • Falar das pessoas no primeiro plano
  • características físicas (cabelo, corpo, pele)
  • descrição das roupas
  • descrever o ambiente ( móveis, clima)
  • hipótese sobre como vai acabar essa situação

1º Sugestão de organização mental: Essa forma de descrever a foto é bem prática e automática. Uma vez memorizados os passos que você tem que cumprir, fica bem repetitivo e tranquilo para você apresentar. Costumo dizer que é como descrever a foto com todos os detalhes que até um cego iria conseguir imaginá-la.

Para essa forma você precisa saber bem:

  • Vocabulário de descrição física (cabelo – tipo, cores, tamanhos. Corpo, pele, cor dos olhos)
  • Vocabulário de roupas e estampas
  • Vocabulário de móveis
  • Vocabulário de estações do ano

 

Ordem mental 2 – com muitas hipóteses

Mini resumo da situação com hipóteses:

  • Falar das pessoas no primeiro plano (características físicas/descrição das roupas)
  • Criar hipóteses sobre as pessoas
  • Criar hipóteses sobre o que vai suceder depois.

2ª sugestão de organização mental: Para alunos que preferem criar que decorar. Essa forma de descrever a foto é bem livre e criativa. Não existe “resposta correta” e você pode acabar fazendo uma apresentação super interessante e inclusive divertida.

Não é automática e por isso você tem que estar bastante seguro do seu espanhol para poder inovar tranquilamente.
Para essa forma você também precisa saber Vocabulário de descrição física (cabelo – tipo, cores, tamanhos. Corpo, pele, cor dos olhos) ,Vocabulário de roupas e estampas, mas não muito.

Pode falar um pouquinho de cada coisa. Mas o que precisa saber MESMO são as expressões para expressar hipóteses. Porque quanto mais você utilizar e usando as conjugações verbais corretas, mais impressionados ficarão com o seu espanhol.

Prova Oral B2: Tarefa 3

E a última tarefa é um pouco esquisita… Acho que de todas as provas do DELE, essa é a mais esquisita.

Você irá conversar com o entrevistador sobre os dados de uma enquete.

Exemplo: O que os espanhóis gostam de fazer no seu tempo livre? Ir ao cinema, ficar em casa, encontrar amigos, fazer esportes….E esses dados estão em porcentagem ou gráficos.

Mas primeiro vai aparecer uma série de perguntas sobre os seus hábitos pessoais ou o que você acha que são os hábitos do seu país, como:

  • Como você ocupa o seu tempo livre?
  • Família
  • Amigos
  • Esportes
  • Religião

E em seguida vão aparecer as respostas dadas pelos espanhóis, geralmente em porcentagem.

Você vai ter um minuto ou dois para ler sobre esses dados, na frente do examinador e começar a falar: mas professora, sobre o quê que eu vou falar depois de olhar uns gráficos? Uns números?

Para não ficar em branco também aqui é muito importante criar uma sequência mental lógica. Você deve olhar os dados e falar sobre:

  • os dados que chamam a atenção por serem muito altos
  • os dados que chamam a atenção por serem muito baixos
  • os dados que chamam a atenção porque você não imaginava
  • os dados que chamam a atenção porque são a média, o que te chamou a atenção que você não esperava.. ou realmente o que você esperava.. então, nessa prova você vai comparar a realidade espanhola com a do Brasil.

Por exemplo:

Ah, no Brasil gastamos muito tempo livre com a família. Estou vendo que os espanhóis também.

  • os dados que chamam a atenção por serem muito altos
  • os dados que chamam a atenção por serem muito baixos
  • os dados que chamam a atenção porque você não imaginava
  • os dados que chamam a atenção porque são a média

E, para cada um deles, você pode comparar ou com você mesmo e a sua realidade, ou com a realidade do Brasil.

Lembrando que sempre é importante dar uma introdução! Exemplos:

Aqui estão os dados referentes a com os espanhóis gastam seu tempo livre. Me chamou a atenção porque a maioria disse que passa a maior parte do tempo com a sua família. Acredito que esse…

Aqui estão os dados referentes a com os espanhóis gastam seu tempo livre. Me chamou a atenção porque a maioria disse que passa a maior parte do tempo com a sua família. Acredito que esse dado no Brasil seria muito parecido porque, como também somos um país latino, nossa tendência é estar sempre presente com nossas famílias. Eu, por exemplo, encontro meus pais e minhas irmãs todos os domingos em um almoço na casa dos meus pais. Uma vez, eu falei com um americano que disse que só se encontrava com seus pais no natal, dia de ações de graças e outras datas especiais.

Minha experiência

Quer saber o que eu fiz na tarefa 3 da prova DELE oral?

Eu comecei a falar sobre o dado (supostamente) mais alto. Que os espanhóis passam a maior parte do tempo livre com a sua família. Disse que não me surpreende porque acho que se a mesma pesquisa fosse aplicada no Brasil, o índice também seria alto, expliquei que isso talvez se deva ao fato de sermos latinos, contei um exemplo pessoal e depois justifiquei que acho que é porque somos latinos, porque conheci um americano que definitivamente não tinha o mesmo estilo de vida.

Então peguei um ganho central. Um tema. E o desenvolvi totalmente até encerrar esse assunto. O próximo passo seria pegar o próximo dado, o mais baixo, e desenvolve-lo inteiro também.

Só que no caso da Tarefa 3, eu não preciso nem deveria fazer um monólogo, como na tarefa 1. Eu deveria desenvolver uma conversa com meu examinador.

Então, ao final de cada galho de assunto, eu posso perguntar a opinião dele:

  • Qué te parece?
  • También lo ves así?

E assim, o assunto se desenvolve mais ainda e a tarefa tende a acabar sem você nem ter que saber defender muitas teses sobre o assunto.

Fin

Espero que as dicas desse post tenham sido úteis para você. Caso tenha alguma dúvida é só deixar aqui nos comentários ou me mandar um direct no Instagram @flavialeiteespanhol.