Por Flávia Leite (Instagram @flavialeiteespanhol)

Neste artigo entenda um pouco sobre o complicado e misterioso sistema de educação espanhol e descubra como chegar mais perto do seu sonho de estudar em uma universidade espanhola.

Antes de mais nada saiba que um intercâmbio não se consegue da noite para o dia. E necessário muito tempo de preparação para preencher todos os requisitos necessários, então, se você está na faculdade, um conselho: faz a sua graduação o melhor que você puder! Tire as melhores notas possíveis porque isso vai te ajudar a no futuro conseguir bolsas de intercâmbio, tanto na graduação como na pós-graduação.

ESO – Educación Secundaria Obligatoria

O ensino médio na Espanha se chama ESO – Educação Secundária Obrigatória- e uma vez concluída a  ESO, que dura 2 anos,  o aluno pode ingressar no mercado de trabalho ou seguir os estudos.

Caso deseje seguir os estudos, existem duas opções: Cursos Técnicos de Grau Médio que permitirão exercer uma profissão ou ofício; e o Bachillerato que dará acesso à Universidade.
Atenção: bachillerato  não  é bacharelado.

Bachillerato

O Bachillerato é dirigido a quem pretende seguir a carreira universitária. O programa de ensino tem algumas matérias comuns à todos os alunos e outras que variam de acordo com a área escolhida, que podem ser:

  • Artes
  • Ciencias y Tecnología
  • Humanidades
  • Ciencias Sociales 
  • Ciencias de la Naturaleza y la Salud

Esses ramos têm relação com o vestibular (selectividad) cuja matéria das provas varia de acordo com a carreira escolhida.  Assim, por exemplo, quem pretende fazer Letras escolherá a área de Humanidades, quem pretende fazer Ciencias Biológicas, Ciencias de la Naturaleza y la Salud.

Duração dos cursos de Graduação

O tempo total dos cursos de Graduação na Espanha é menor que no Brasil, no entanto, a carga horária total é a mesma ou inclusive maior.

Os alunos em média cursam 6 horas de aula diárias de segunda à sexta-feira.

 Normalmente o aluno tem aulas apenas no turno da manhã (das 9:00 às 15:00) ou no turno da tarde/noite (das 15:00 às 21:00), não existindo turno exclusivamente noturno.

Custo dos cursos de Graduação

Existem Universidades Públicas e Privadas (ambas pagas).

As públicas costumam ser mais barata que as privadas do Brasil e as privadas são muito caras inclusive para os espanhóis. As públicas costumam ter um valor único anual e o valor aumenta dependendo se o curso exige mais ou menos laboratórios: 

Ex: curso de  medicina – 800,00 – 2000,00 Euros anuais enquanto em uma privada pode chegar a 8000,00 euros anuais

Os valores informados acima são para estudantes residentes legais no país ou com cidadania da União Europeia.

Se não for possível pra você essa residência, vale a pena conferir se a Universidade oferece algum tipo de bolsa para pagar o valor do crédito menor. 

Em algumas universidades, os estudantes brasileiros pagam o mesmo valor que um estudante nacional ou residente, por isso é muito importante que você pesquise muito antes de escolher a universidade que irá estudar.

Posgrado – MBA – Máster – Especialización

O posgrado  é qualquer curso que se realiza depois do “Grado”, ou seja, depois de terminar a graduação.

Diferençar esses títulos pode ser um desafio se você quer estudar fora do Brasil.

Em primeiro lugar, sempre há ofertas de vagas em faculdades públicas e privadas de pós-graduação. Se você é da área de exatas, gestão empresarial, marketing etc.  e quer fazer um MBA, geralmente as universidades privadas tem mais tradução nessas titulações. 

Já nas áreas de humanas e ciências sociais os estudos de posgrado en humanidades tem alto prestígio em universidades públicas.  Então, dependendo se você é de exatas ou humanas, você já pode ter um filtro de busca por esse critério. Saiba mais sobre as diferentes nomenclaturas a seguir:

  • Especialización: costuma ser chamada de “posgrados propios” na Espanha. Duram aproximadamente 1 ano e incluem trabalho final. Menos horas. 
  • Máster – Maestría – MBA: Se cursa em um ano e meio ou dois anos  e exige apresentação de dissertação. Mais horas.  Costuma estar relacionado com o próximo degrau na carreira acadêmica: o doutorado. 

Como fazer um posgrado (máster – MBA – Maestria) na Espanha?

O caminho é tortuoso! E para dar a informação da melhor maneira possível, entrevistei a alunos que fizeram toda a trajetória e me explicaram todos os detalhes.

Primeiro vocês precisam conhecer a Fundación Carolina. Principalmente se você precisa de bolsa de estudos.

A Fundación Carolina é uma instituição espanhola que oferece bolsas de estudo de cursos de verão, posgrado, doutorado, etc. 

E um excelente começo é você entrar na página na Fundação e buscar por bolsas na sua área.

Fundación Carolina

Mesmo que no fim do seu processo  você não consiga uma bolsa de estudos, vai valer a pena você conhecer a instituição porque ela pode ser um primeiro norte para você conhecer quais cursos de posgrado existem e em quais universidades. 

Você pode se surpreender com cursos super interessantes na sua área. Também você pode procurar em outros sites como Partiu intercâmbio e a página do Instituto Cervantes Becas Extranjeros España.

Aplicação direta nas universidades

Se você tem condições financeiras de pagar seu próprio curso o mais recomendável é que, além de tentar a bolsa pela Fundación Carolina, se aplique para os processos de seleção de cada universidade de maneira independente.

E cada uma delas tem um processo próprio.

Com exceção da Comunidade Autónoma de Andalucía, no sul da Espanha que tem um processo unificado que você pode se aplicar em até 3 universidades. Se você souber de mais algum processo unificado, por favor, deixe escrito nos comentários abaixo. 🙂

Processos de aplicação nas universidades

Antes de você começar a se aplicar aos processos de seleção é bom ter em mãos uma série de documentos que se repetem em quase todos eles – Na hora de se aplicar é muito importante que a pós-graduação que for tentar tenha a ver com a sua área de atuação profissional. Assim, aumentam (e muito!) sua chance de ser aprovado.

O que você vai precisar na maioria dos processos de aplicação para entrada no curso de pós-graduação:

  • Currículo
  • Histórico acadêmico e profissional 
  • Carta de intenção
  • Certificado de língua: DELE B2 ou de Inglês (checar nas universidades)
  • Carta de recomendação   
  • Foto do Diploma
  • Passaporte digitalizado
  • Pagamento de taxas para participar do processo de seleção

Processos de aplicação

Nem sempre as universidades são muito claras sobre os requisitos e é muito importante que você tire todas as dúvidas com eles por e-mail. E que insista! Porque dependendo do pedido, pode ficar de última hora e você não conseguir entregar a tempo.

Algumas pedem:

  • Tradução juramentada do Histórico e do Diploma.
  • Algumas universidades exigem equivalência de notas (é um sistema que você preenche com as suas notas do Brasil e ele faz a correlação com o sistema de notas espanhol).
  • Declaração da sua universidade dizendo que o curso que fez no Brasil permite que você faça pós graduação.

Na dúvida sobre se um documento que você está enviando estar certo ou não, o melhor é você enviar e esperar uma resposta deles. Caso precise de alguma alteração, eles vão solicitar.

Datas do processo seletivos

Os processos seletivos com mais vagas são abertos no começo do ano: janeiro, fevereiro, março.

O ideal é começar na primeira etapa, que é quando tem mais vagas. Depois eles reabrem para vagas remanescentes em abril, maio. Mas as vagas vão diminuindo…

Também é ideal que você tente no máximo de universidades que encontrar. Algumas dão a resposta bem mais rápido que outras.

Matrícula

Quando a resposta  é positiva, o aluno tem um prazo muito curto para aceitar ou não. Dentro de alguns dias já é a primeira fase da matrícula. E aí você tem que já pagar uma parte do curso Ex: Universidade de Málaga – 400 euros de pré matrícula.

Você pode acabar tendo que pagar esse valor, mesmo não tendo a intenção de cursar nessa universidade, se a que você quer ainda não divulgou o resultado. 

O processo de matrícula tem algumas fases. Mas a comunicação dessas fases e o que o aluno tem que fazer pode não ser muito claro.

Um truque para não se desesperar muito é buscar os documentos dos anos anteriores para se basear em quais outros documentos vai precisar e começar a se preparar.  Saber o que eles podem pedir, baseando nos textos publicados nos anos anteriores, pode ser muito útil para não ficar muito em cima da hora e você acabar perdendo prazos ou mesmo tendo que comprar as pressas sua passagem de avião para estar presencialmente no dia que eles convocam. 

Valor

O valor da mestrado nas universidades públicas é muito bom comparado com os valores das universidades privadas no Brasil. A média do mestrado nas universidades públicas de um curso de humanas que encontrei é de 1500 a 3000 euros o valor total do curso. Claro que você vai encontrar preços de todos os tipos. 

Bolsas – Becas

Fundación Carolina 

Em 2019 foram 723 bolsas de estudo distribuídas nas seguintes modalidades: 283 bolsas de pós-graduação, 100 bolsas de doutorado 66 bolsas de mobilidade para professores e 165 bolsas para estudos institucionais.

Apesar de serem muitas bolsas, não é fácil conseguir uma. A lógica da Fundación é que o aluno volte ao seu país de origem e devolva o conhecimento ao seu país. Por isso, quando te perguntarem qual é a sua intenção final se é voltar ao seu país ou permanecer na Espanha,  você deve responder que quer voltar e não residir na Espanha.

Procurem sites, blogs e influenciadores sobre o tema

Um conselho de ouro para você! Esteja com os olhos e os ouvidos muito atentos o tempo todo se o seu sonho é fazer um intercâmbio. Porque as bolsas não são fixas. São sazonais. Então você tem que ir acompanhando, semestre a semestre o que está sendo lançado. Exatamente como quando você precisa de uma passagem barata e segue o “Melhores Destinos”! Porque você precisa fazer isso? Porque não é sempre que tem passagens baratas. Porque às vezes há uma demanda imperdível. Da mesma forma, busque a sites, blogs e influenciadores que falem sobre o tema. Principalmente se você precisa de bolsa para realizar esse sonho.

Eu sigo a moça do Partiu Intercâmbio (ela tem Instagram também) e para saber de bolsas e cursos na Espanha especificamente, você pode acompanhar o site da Fundación Carolina e do Instituto Cervantes.

Então, se é o seu sonho, corre atrás! O mundo está ansioso para dar bolsas para alunos dedicados e sedentos de conhecimento e cultura!

Buscar programas específicos de Mestrado Profissional

As vezes você pode não conseguir uma bolsa integral…

Mas quem saber com a bolsa parcial você já conseguiria fazer um mestrado na Espanha?

Se esse for o seu caso, busque os Mestrados Profissionais. Por exemplo, a maestría profesional de periodismo  (de jornalistas) é  em convênio com os jornais espanhóis: La Nación, El País, etc. 

Dicas Finais

  • Fique de olho nos prazos e se prepare com antecedência para conseguir em dia todos os documentos.
  • Tire o seu certificado de proficiência. Verifique se a sua universidade de escolha pede o Certificado DELE B2 e o faça o quanto antes, já que o resultado demora 3 meses para sair.
  • Faça a  tradução juramentada dos documentos com antecedência. É caro e existem poucos tradutores com esse título.
  • Ver os documentos mais pedidos e já ir se organizando.
  • Faça um Seguro de vida
  • Tenha em mente que você vai precisar de mais ou menos a mesma documentação para todas as aplicações, então você pode ir se adiantando para na hora de se aplicar, poder se dedicar somente as partes acadêmicas, ao seu desenvolvimento nas entrevistas, etc.